Tratamento para Transtornos de Ansiedade em São Paulo

Medo de Dormir e Ansiedade

O medo de dormir é a principal causa de insônia.

E este medo é bem antigo.

O ser humano primitivo dormia sempre apavorado com medo de ataques de predadores.

Tem gente que não dorme no escuro.

medo de dormir

Uma fonte de luz é sempre necessária para aliviar o medo.

Talvez porque dormir no escuro signifique perder o controle sobre tudo.

Medo de dormir é de tirar sono de qualquer um

medo de dormir

No terraço da casa da fazenda do meu avô,  depois do jantar, à meia-luz, contavam-se estórias de assombração, de almas penadas e de espíritos do mal, entre outras, que tiravam o sono de várias das pessoas que lá se encontravam passando férias.

Mas acredite, era muito entretido.

Em meu livro Sem medo de ter medo, relatei uma entrevista com Lygia Fagundes Telles em que ela contava, quando era criança, que ficava apavorada com estórias que suas pájens contavam sobre caveiras e mortos pulando das sepulturas.

E que ela só perdeu este medo quando passou a contar as mesmas estórias para outras pessoas.

Além do medo de dormir, outros temores podem surgir

Ficarmos sozinhos no escuro, parece aumentar os nossos temores e trazer à tona imagens e pensamentos que parecem piorar o medo.

E quais seriam estes medos? De morrer, de ter um derrame e ficar com a síndrome do encarceramento, de enlouquecer de vez.

Mas podem ser preocupações relacionadas ao trabalho, por exemplo, aquela reunião com o cliente difícil que pode pôr tudo a perder.

As consequências mais comuns de não conseguir dormir são a irritabilidade, o nervosismo, a fadiga e a labilidade emocional – as emoções afloram facilmente

Uma sugestão boa para você, que sofre do medo de dormir, é a de não exigir de si mesmo um sono perfeito.

Aliás, a grande maioria das pessoas não tem um sono perfeito.

Mas isso é diferente de alguém que não dorme porque sente medo.

Técnicas de relaxamento podem ser extremamente úteis pata aliviar a ansiedade e propiciar a indução do sono.

Além disso, os calmantes naturais (vendidos sem receita médica) podem ajudar no sono.

Mindfulness, um tipo de meditação aliada a outras técnicas também pode ajudar, mas é preciso procurar um profissional para realizá-la.

A prática de exercícios físicos nunca é demais para os insones amedrontados.

Então, mãos à obra. E boa sorte.

Se você gostou deste artigo, então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário e eu prometo que te respondo.

tito paes de barros neto

 

Ansiedade, Insonia e Depressão

Esta tríade, ansiedade, insônia e depressão, frequentemente caminha unida. São sintomas comuns e estão muito interrelacionados uns com os outros.

insônia

Por exemplo, tanto na ansiedade como na depressão, ela está presente.

A ansiedade pode desencadear sintomas depressivos e a depressão pode apresentar sintomas de ansiedade.

No entanto, quando juntos podem trazer um sofrimento acentuado para quem os experimenta.

Em alguns transtornos é possível se observar a ocorrência de ansiedade, insônia e depressão concomitantemente

insônia

  • Depressão ansiosa: neste transtorno os sintomas depressivos predominam.

Mas são acompanhados de sintomas de ansiedade, como ataques de pânico, fobias, sintomas de ansiedade generalizada e também de insônia.

  • Em algumas pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade – transtorno de pânico, transtorno de ansiedade generalizada, estresse agudo e fobias específicas, é comum um quadro de depressão se instalar, juntamente com problemas para dormir.
  • Pessoas que não conseguem dormir,  frequentemente apresentam sintomas de ansiedade e depressão.

Sintomas de depressão: tristeza, perda do prazer, desânimo, falta de vontade, falta de concentração, prejuízo da memória, falta de energia.

Sintomas de ansiedade: medo, apreensão, irritabilidade, esquiva, preocupação excessiva, tensão.

Tanto na ansiedade como na depressão a insônia surge como um sintoma, embora em alguns tipos de depressão ocorra a hipersonia – dormir demais.

Quando está presente a insônia, na ansiedade ela costuma ser do tipo dificuldade para pegar no sono.

insônia

Ou mesmo os despertares frequentes durante a noite.

Na depressão, o que ocorre é o despertar precoce, no qual a pessoa acorda de madrugada e não consegue mais dormir.

Mas quando temos estados mistos de depressão e ansiedade, um tipo misto de insônia pode ocorrer, com despertares frequentes e dificuldade para pegar no sono.

Nestes casos de depressão e ansiedade com insônia,muitas vezes vale a pena o uso de antidepressivos, sempre prescritos por um médico, com propriedades sedativas para facilitar o sono e diminuir o sofrimento.

Se você gostou deste artigo, então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário e eu prometo que te respondo.

tito paes de barros neto