Tratamento para Transtornos de Ansiedade em São Paulo

Angústia e Ansiedade Social

Angústia e ansiedade social  são problemas que caminham juntos, constituindo assim uma comorbidade.

Falamos em comorbidade quando dois ou mais transtornos estão presente na mesma pessoa.

A angústia se caracteriza por opressão e dor no peito, aperto na garganta, sensação de sufocamento e sintomas de depressão.

Angústia e Ansiedade Social

Um sentimento de agonia emocional também pode estar presente, além de um sentimento de vazio e de frio interno.

Na ansiedade social, o sintoma nuclear é o medo de ser avaliado negativamente pelos outros.

No dia a dia ocorre dificuldade de escolher ou de tomar decisões.

Ainda que sejam de caráter simples e que não tenham impacto na vida das pessoas com angústia.

O questionamento do sentido de sua existência é comum e, não raro, as pessoas ficam caladas e isoladas socialmente.

A perda da capacidade de lidar com o cotidiano faz parte do quadro clínico de quem se encontra angustiado. E também com ansiedade social

Sentindo desespero e incerteza, estas pessoas se vêem num beco sem saída. O isolamento pode ocorrer tanto pela angústia quanto pela ansiedade social.

Elas temem as consequências das decisões que tomam. E sentem-se muito inseguras ao ter que tomá-las.

Quando alguém estiver angustiado com dor e aperto no peito,  um clínico deve ser procurado para que seja avaliada uma possível cardiopatia.

Opressão no peito, aperto na garganta e medo de ser avaliado fazem parte do quadro clínico da comorbidade angústia e ansiedade social

Os sintomas de angústia estão sobrepostos aos de depressão.

Na verdade, muitos dos que se encontram angustiados também estão deprimidos.

Dá vontade de sair correndo e deixar tudo de ruim para trás. No entanto esta  estratégia não funciona.

Simplesmente pelo fato de que ao empreender esta fuga atabalhoada, a pessoa que sofre de angústia leva sua cabeça junto com ela.

Angústia e Ansiedade Social

Por exemplo, uma pessoa que esteja angustiada e deprimida pode resolver viajar para um lugar bonito.

E ao se encontrar lá, não sentir nenhum prazer.

Pelo contrário, ela pode experimentar uma dolorosa sensação de agonia por não estar conseguindo se divertir, que se soma aos outros sintomas, que a faz querer sumir de lá.

É importante lembrar que, enquanto na angústia as preocupações estão voltadas para o presente, na ansiedade elas estão direcionas para o futuro.

Se você gostou deste artigo, então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário e eu prometo que te respondo.

tito paes de barros neto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *