Tratamento para Transtornos de Ansiedade em São Paulo

Avaliação

A avaliação com o uso de algumas escalas que forneçam uma medida dos sintomas de ansiedade e depressão pode ser útil para que se possa verificar dados como a intensidade e o tipo de medo, além da gravidade dos sintomas depressivos. Essas escalas podem ser aplicadas antes e depois de um tratamento ser feito. Desta forma, é possível averiguar se houve evolução do quadro. A diminuição na pontuação das escalas é indicativa de melhora.

1. Escala para avaliação de sintomas depressivos

Escolha um número da escala abaixo que melhor descreva como você se sentiu pelo menos nas duas últimas semanas. Escreva o número escolhido no espaço correspondente a cada afirmativa.

0 = Nada
1 = Pouco
2 = Bastante
3 = Excessivamente

1. Sinto-me triste ou irritado [    ]
2. Perdi o interesse ou o prazer por todas ou quase todas as coisas [    ]
3. Perdi ou ganhei peso ou estou com o apetite diminuído ou aumentado diariamente (sem que eu esteja fazendo dieta) [    ]
4. Não consigo dormir ou durmo em excesso quase todos os dias [    ]
5. As pessoas me dizem que estou mais lento ou mais agitado [    ]
6. Estou cansado e sem energia quase todos os dias [    ]
7. Sinto-me inútil ou culpado quase todos os dias [    ]
8. Tenho dificuldade para pensar, concentrar-me ou tomar decisões quase todos os dias [    ]
9. Tenho desejado morrer ou me matar [    ]

Faça a soma dos pontos. Se for maior ou igual a 10, é provável que você esteja com um quadro depressivo que requeira um tratamento medicamentoso. A presença de pelo menos cinco dos nove itens, em intensidade tal que acarretem prejuízo nas atividades diárias, também é sugestiva de depressão.

2. Escala para avaliação do pânico

Faça um círculo em SIM ou NÃO para cada uma das seguintes afirmativas em A e B.

A. Sintomas de pânico

1. Meu coração dispara ou falha [SIM]   [NÃO]

2. Fico com as mãos ou o corpo todo suado [SIM]   [NÃO]

3. Tenho tremores ou estremecimentos [SIM]   [NÃO]

4. Sinto falta de ar ou que estou sufocando [SIM]   [NÃO]

5. Minha garganta fecha [SIM]   [NÃO]

6. Sinto dor ou desconforto no peito [SIM]   [NÃO]

7. Sinto náusea ou mal estar na barriga [SIM]   [NÃO]

8. Tenho a sensação que vou cair ou desmaiar [SIM]   [NÃO]

9. Sinto-me estranho, distante das coisas e de mim mesmo [SIM]   [NÃO]

10. Tenho medo de perder o controle ou de ficar louco [SIM]   [NÃO]

11. Tenho medo de morrer [SIM]   [NÃO]

12. Minhas mãos ou outras partes do meu corpo ficam formigando [SIM]   [NÃO]

13. Sinto ondas de frio ou de calor [SIM]   [NÃO]

B. Caracterização dos ataques

1. Os sintomas desenvolvem-se abruptamente [SIM]   [NÃO]

2. Os sintomas atingem um máximo de intensidade em 10 minutos [SIM]   [NÃO]

3. Os sintomas ocorrem de forma inesperada e se repetem [SIM]   [NÃO]

Se você marcou SIM em quatro ou mais afirmativas do grupo A e SIM em todas as afirmativas do grupo B, e os sintomas não forem devidos a uma doença física ou ao efeito de um medicamento ou de uma droga de abuso, é provável que você esteja com pânico.

3. Escala de esquiva e desconforto para agorafobia

Escolha o número que melhor caracteriza a sua ansiedade nas várias situações que se encontram relacionadas abaixo. Escreva o número escolhido no espaço correspondente a cada afirmativa.

0 = Ausência de desconforto
1 = Desconforto leve
2 = Desconforto moderado
3 = Evito por causa do intenso desconforto

1. Sair de casa sozinho [    ]
2. Ficar em casa sozinho [    ]
3. Usar transporte coletivo ou automóvel [    ]
4. Locais cheios ou multidões [    ]
5. Congestionamentos [    ]
6. Filas [    ]
7. Elevadores [    ]
8. Túneis, passarelas ou pontes [    ]
9. Espaços abertos [    ]
10. Viajar [    ]

Uma ou mais afirmativas assinaladas com escore 2 ou 3 é bastante sugestivo de que você tenha um quadro de agorafobia. Quanto maior o número de situações assinaladas, maior será a gravidade do quadro. Faça a soma dos pontos e use o gabarito abaixo para se orientar:

Até 9 pontos – agorafobia leve
De 10 a 20 pontos – agorafobia moderada
Acima de 21 pontos – agorafobia grave

4. Inventário para avaliação de ansiedade social e de desempenho

Assinale (V) para verdadeiro ou (F) para falso em cada uma das afirmações:

1. Sinto-me bem ao lado das pessoas (V) (F)

2. Evito comer ou beber na frente dos outros (V) (F)

3. Sinto-me tranquilo quando tenho que falar em público (V) (F)

4. Fico inibido ao participar de reuniões (V) (F)

5. Sempre que posso, procuro não escrever diante das pessoas (V) (F)

6. Sinto-me confortável em eventos sociais (V) (F)

7. Ao ser apresentado a alguém, sinto um grande desconforto (V) (F)

8. Não me importo de cometer erros ou falar bobagens (V) (F)

9. Procuro evitar compromissos sociais formais (casamentos, batizados) (V) (F)

10. Sinto-me à vontade quando estou com pessoas que não conheço (V) (F)

11. Geralmente fico nervoso ao ter que me dirigir a autoridades (V) (F)

12. Posso tranquilamente dar uma festa e convidar uma porção de gente (V) (F)

13. Evitaria ser o centro das atenções na maioria das situações (V) (F)

14. Aprecio ter que me reportar ao meu chefe (V) (F)

15. É comum não apreciar jantares e festas (V) (F)

16. É fácil para mim conversar com alguém do sexo oposto (V) (F)

17. Sinto-me nervoso ou tenso quando falo ao telefone na presença de outras pessoas (V) (F)

18. Geralmente me sinto tenso ao conversar com estranhos (V) (F)

19. Sinto-me relaxado quando estou sendo observado (V) (F)

20. Não sou nem um pouco tímido (V) (F)

Marque 1 ponto para cada alternativa assinalada por você que coincidir com o gabarito abaixo:

1.(F); 2.(V); 3.(F); 4.(V); 5.(V); 6.(F); 7.(V); 8.(F); 9.(V); 10.(F); 11.(V); 12.(F); 13.(V); 14.(F); 15.(V); 16.(F); 17.(V); 18.(V); 19.(F); 20.(F)

Quanto maior for a pontuação nessa escala, mais grave será o quadro de fobia social. Pontuação igual ou inferior a 7 pode ser considerada normal. Pontuação igual ou maior que 14 denota elevado grau de ansiedade social.

5. Inventário de obsessões e compulsões

Escolha um número para cada afirmativa que melhor descreva o que ocorre com você. Escreva o número escolhido no espaço reservado para cada afirmativa.

0 = Nunca
1= Raramente
2= Frequentemente
3= Sempre

1. Tenho pensamentos desagradáveis que não me saem da cabeça [    ]
2. Gasto muito tempo me lavando ou limpando tudo [    ]
3. Preocupo-me com temas relacionados à sujeira e contaminação [    ]
4. Faço muitas perguntas às pessoas que me são próximas para me assegurar de que tudo está bem [    ]
5. Tenho muitas dúvidas em relação a quase tudo o que faço [    ]
6. Tenho uma rotina muito rígida [    ]
7. Tenho medo de ofender, agredir fisicamente ou ferir as pessoas [    ]
8. Perco muito tempo verificando tudo repetidas vezes [    ]
9. Preocupo-me em demasia com que tudo esteja em ordem [    ]
10. Penso em sexo de uma forma que vai contra o que eu desejo [    ]
11. Gasto muito tempo com minhas atividades [    ]
12. Imagens violentas me vêm à mente [    ]
13. Não consigo me desfazer de coisas sem utilidade [    ]

Faça a soma dos pontos em todas os itens. Pontuação superior a 14 é sugestiva de TOC. No entanto, é importante lembrar que é a interferência causada pelas obsessões e compulsões na vida do indivíduo que determina a gravidade do quadro.

6. Escala de sintomas do transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)

Para cada um das seguintes afirmativas dos grupos A, B e C, faça um círculo em SIM ou NÃO.

A. Revivescência

1. Tenho tido lembranças aflitivas, repetidas e intrusivas do trauma [SIM]   [NÃO]

2. Tenho tido pesadelos repetidos com o trauma [SIM]   [NÃO]

3. Tenho tido intensas revivescências do trauma, flashbacks e ajo ou me sinto como
se o trauma estivesse ressurgindo [SIM]   [NÃO]

4. Tenho me sentido perturbado quando me recordo do trauma, mesmo tendo decorrido um bom tempo após a sua ocorrência [SIM]   [NÃO]

B. Esquiva

1. Tenho feito um esforço para evitar pensamentos ou sentimentos associados com o trauma [SIM]   [NÃO]

2. Tenho me esforçado para evitar atividades, situações ou lugares que me lembrem do trauma [SIM]   [NÃO]

3. Há aspectos relativos ao trauma que não consigo me lembrar [SIM]   [NÃO]

4. Perdi o interesse nas minhas atividades depois do trauma [SIM]   [NÃO]

5. Tenho me afastado ou me mantido à distância das pessoas desde o trauma [SIM]   [NÃO]

6. Não consigo mais ter sentimentos como carinho [SIM]   [NÃO]

7. Não tenho mais expectativas em relação ao futuro desde o trauma [SIM]   [NÃO]

C. Aumento da excitabilidade

1. Tenho dificuldade para adormecer ou permanecer dormindo [SIM]   [NÃO]

2. Tenho sentido irritação ou manifestado acessos de raiva [SIM]   [NÃO]

3. Tenho dificuldade persistente para me concentrar [SIM]   [NÃO]

4. Fico o tempo todo hipervigilante, em estado de alerta desde o trauma [SIM]   [NÃO]

5. Vivo com sobressaltos, assustando-me facilmente, desde o trauma [SIM]   [NÃO]

6. Tenho tido intensas reações físicas como coração disparado quando me lembro do trauma [SIM]   [NÃO]

Se você respondeu SIM a UMA ou mais afirmativas no grupo A, TRÊS ou mais afirmativas no grupo B e DUAS ou mais no grupo C, é provável que você esteja com um quadro de TEPT.