Tratamento para Transtornos de Ansiedade em São Paulo

Pânico com Sintomas de Depressão

No transtorno de pânico com sintomas de depressão, é importante ressaltar algumas questões que podem ser importantes no seu tratamento.

pânico com sintomas de depressão

Os sintomas de depressão podem agravar o pânico.

Particularmente, neste caso, a depressão é secundária ao transtorno de pânico.

Isto é, ela ocorre depois que o pânico já se encontrava presente.

No entanto, há pessoas que têm depressão, às vezes por anos a fio.

E que em um dado momento começam a manifestar ataques de pânico.

pânico com sintomas de depressão

Tanto no primeiro como no segundo caso,configura-se a comorbidade entre os dois transtornos.

Este ano, ao escrever alguns capítulos de  um livro sobre comorbidades em transtornos de ansiedade,  pude observar a elevada comorbidade entre transtornos de ansiedade e depressão.

Fiquei impressionado com alguns números, como a comorbidade entre a fobia social e a depressão que chega a ocorrer em 80% dos casos.

Embora o tema deste post seja  pânico e depressão comórbidos, isto também ocorra, ainda que em uma proporção menor.

Transtorno de pânico com sintomas de depressão é uma comorbidade comum afetando um grande número de pessoas

Por vezes, uma pessoa que sofra de transtorno de pânico e que evolua com um quadro de depressão, é importante lembrar que que esta depressão pode ser uma depressão bipolar.

Ou uma  depressão unipolar com sintomas psicóticos.

Nos dois casos citados acima, o tratamento mudo em função do tipo de depressão que se encontra presente no quadro de comorbidade.

Depressões bipolares necessitam de estabilizadores de humor, como o lítio, pois caso contrário, há uma piora do quadro da bipolaridade, com piora da  depressão.

Na depressão psicótica faz-se necessário o uso de antipsicóticos, pois os pacientes frequentemente apresentam alucinações e delírios.

Estes que devem ser tratados como parte do quadro clínico.

Uma das complicações conantess nestes transtornos é o surgimento de problemas relacionados  ao abuso de álcool e drogas.

Que pode ser visto como mais um agravante evolutivo nestes transtornos.

Ter pânico é um problema de saúde mental. Ter pânico e depressão é um problema mais complicado.

Se houver abuso de álcool e de drogas, a situação se complica ainda mais.

Assim são as comorbidades, que pioram o curso e o prognóstico dos transtornos mentais.

Se você gostou deste artigo, então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário e eu prometo que te respondo.

tito paes de barros neto

 

4 thoughts on “Pânico com Sintomas de Depressão

  1. Dr. Tito
    Um Neurologista me receitou Zoloft + rivotril para meu quadro de transtorno do panico.
    Fiquei livre dos síntomas do transtorno do panico por uns 3 anos. Vez ou outra quando sentia os sinais de uma crise, tomava uma dose de clonazepam 2mg.
    Eu estava em tratamento mas por me sentir sob controle abandonei a Sertralina.
    Um ano depois tive uma forte recidiva no quadro, agora apresentando sintomas de depressao e agorafobia (evitacao de pontes, trafego e etc, ate mesmo o meu trabalho)
    Voltei ao médico que me receitou Donarem retard. As crises de pánico
    Desapareceram mas me veio uma ansiedade que nao me abandona 24 horas por dia. Pessimismo desanimo, perda de peso, sensacao de perda do sentido da vida sem ideacao ou Pensamentos de suicidio. Uma ansiedade intensa sim. Liguei para o médico que pediu para eu trocar paulatinamente o Donarem Retard para o Valdoxan 25mg. O senhor acredita que a agomelatina eh o melhor caminho para trazer meu animo novamente?
    Em casos de ansiedade e depressao comorbida, necesariamente eh uma depressao bipolar ou unipolar com sintomas de psicose?
    Ps: nao faco uso de alcool ou quaisquer outras drogas a nao ser a prescrita, menos a Agomelatina que me traz tremendo receio.
    Respeitosamente.
    Henrique de Brito.

    • Não é o valdoxan nem o donaren. A sertralina foi um acerto e o rivotril um erro. Volte ao psiquiatra que te prescreveu sertralina

  2. Boa tarde!
    No inicio do ano passado comecei a ter sensações estranhas… Coração acelerado, pés e mãos geladas e suando frio… Comecei a ter sensações de irrealidade, medo , pensamentos ruins de que eu iria morrer , angústia e medo do futuro… Tenho vários sintomas na cabeça, tem dias que a sinto leve , oca e vazia… Parece que tem uma banda amarrada nela, pressão no couro cabeludo… Semana passada senti uma pressão muito forte na cabeça que ia para o ouvido , parecendo um choque muito forte do lado direito , estava na rua e entrei em panico, coração acelerou, fiquei tremula desnorteada… Isso está afetando meu sono, de madrugada acordo do nada com medo e taquicardia… Fui no cardiologista e no exame detectou Taquicardia Sinusal… … Não estou aguentando mais esses sintomas.. O que eu faço Dr?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *