Tratamento para Transtornos de Ansiedade em São Paulo

Terapia Comportamental Cognitiva

A terapia comportamental cognitiva é a abordagem que mais dispõe de publicações científicas no mundo.

Ela é utilizada no tratamento de um grande número de transtornos mentais.

terapia comportamental cognitiva

Embora haja profissionais que atuem exclusivamente como terapeutas comportamentais e outros que utilizem somente a abordagem cognitiva, a junção de ambas na terapia comportamental cognitiva parece muito interessante.

No meu post Psicoterapia, neste blog, descrevi uma abordagem que para muitos profissionais seria algo absolutamente inusitado: a FAP.

FAP, que quer dizer Psicoterapia Analítica Funcional, mistura a psicanálise com a terapia comportamental. Existem boas publicações científicas sobre esse tema.

Robert Kohlenberg, de abordagem comportamental e sua esposa Mavis Tsai, psicanalista, têm demonstrado o valor terapêutico da FAP.

terapia comportamental cognitiva

Jeffrey Young, que esteve no Brasil há poucos anos, criou uma abordagem com embasamento cognitivo, na qual adiciona outras abordagens, com o objetivo de ter mais ferramentas para ajudar os pacientes.

terapia comportamental cognitiva

A terapia comportamental cognitiva traz a vantagem de tratar os pacientes com abordagens distintas

Isso parece lógico. Se existisse apenas um remédio para tratar determinada doença, o que aconteceria com os pacientes que não respondessem a este tratamento?

Por esta razão, por exemplo, é que existem vários antidepressivos no mercado.

É sabido que entre 50%e 60% dos pacientes respondem bem a um primeiro antidepressivo. Os remanescentes vão precisar de um outro antidepressivo.

De modo análogo, não são todas as pessoas que se dão bem com uma determinada abordagem de psicoterapia. Que bom que existam outras, inclusive terapias que mesclam mais de uma abordagem.

Procure se informar sobre a terapia comportamental cognitiva

Isto foi levantado por mim como sinal de inteligência.

De nada adianta a defesa desta ou daquela abordagem como sendo a melhor ou a única capaz de dar conta dos transtornos psíquicos.

De verdade, as abordagens que melhor atendem às necessidades dos pacientes são as que fazem o tratamento combinado entre medicamentos e psicoterapia.

Há estudos na literatura médica que evidenciam isso.

Se você gostou deste artigo, então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário e eu prometo que te respondo.

tito paes de barros neto

2 thoughts on “Terapia Comportamental Cognitiva

  1. Dr, bom dia.
    Em primeiro lugar, eu gostaria de parabeniza-lo por seus artigos, pois sempre os leio e tem me esclarecido bastante.
    Gostaria de saber se o sr podia esclarecer minha dúvida. Tomei Olcadil por 6 anos(2011-2016) para controlar minha ansiedade. Faz 1 ano que fui encorajado a parar a droga e fiz o desmame e já faz 1 ano que estou sem ele. O que acontece é que estou tendo alguns efeitos que acredito serem de abstinência, tipo: muito preocupado com as coisas, dores no peito esquerdo, dores de cabeça, sensação de que estou em outra orbita, valorizando demais pequenas coisas e acabo somatizando, tipo: notei que tudo isso piorou após ter batido a cabeça e subiu um galo e fiquei transtornado achando que era algo pior e só sosseguei após fazer uma tomografia e não dá nada, mesmo o medico falando que não era necessário. Esses sintomas são mesmo de abstinência? O sr acha que preciso procurar um psiquiatra ou espero passar? Geralmente quanto tempo duram esses sintomas?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *