Tratamento para Transtornos de Ansiedade em São Paulo

WORKSHOP – Programa de Realidade Virtual para tratar Fobia Social – Programa RVFS

No Brasil, este é o primeiro Programa para tratar a fobia social por realidade virtual, com imagens em 3D, desenvolvido por Cristiane Maluhy Gebara e Tito Paes de Barros Neto.

Coordenadores: Cristiane Maluhy Gebara e Tito Paes de Barros Neto

Objetivo

Fornecer bases teóricas sobre o transtorno da fobia social e técnicas da Terapia de Exposição para instrumentalizar os profissionais na prática clínica

Treinamento do Programa RVFS

Carga horária: 4 horas
Público Alvo: Psicólogos e Psiquiatras com conhecimento da abordagem cognitivo-comportamental

Cristiane Maluhy Gebara – Psicóloga Clínica, mestre em ciências pela Faculdade de Medicina da USP, especialista em Medicina Comportamental pela UNIFESP. Docente do curso de especialização e pesquisadora pelo Programa Ansiedade do IPq FMUSP. Co-autora do capítulo Fobia Social do Clínica Psiquiátrica.

Tito Paes de Barros Neto – Médico psiquiatra, mestre em psiquiatria pela Faculdade de Medicina da USP, terapeuta do comportamento. Docente do curso de especialização e pesquisador pelo Programa Ansiedade do IPQ FMUSP. Autor do livro “Sem medo de ter medo”. Autor do capítulo Fobia Social do livro Clínica Psiquiátrica.

A Realidade Virtual pode ajudar no tratamento da Fobia Social

 

Falar com desconhecidos, atravessar um ambiente onde há várias  pessoas , falar em reuniões de trabalho na presença do chefe; escrever , comer  ou beber na frente dos outros;  participar de dinâmicas de grupo; flertar; falar em público,  são algumas das situações que quem tem fobia social teme. Estas situações são evitadas ou são enfrentadas com extremo desconforto. Muitos são os sintomas físicos sentidos: taquicardia, sudorese, tremor, boca seca, rubor. Há um medo muito grande de ser o centro das atenções e de ser avaliado negativamente pelos outros.

– “Os olhares dos outros me assustam!”

– “Os outros vão perceber que estou nervoso e serei criticado.”

– “ Vai me dar branco!”

Estes são alguns pensamentos que rondam o fóbico social o tempo todo, podendo haver prejuízo nas áreas profissional, acadêmica, pessoal.

Uma das formas de tratamento mais eficazes é a técnica da exposição, que faz parte da abordagem cognitivo-comportamental. As situações mais temidas são hierarquizadas e o portador da fobia social as enfrenta ao vivo, de maneira gradual e repetida e assim, a ansiedade social vai diminuindo. Como a ansiedade sentida por muitas vezes é extremamente intensa quando o fóbico social se expõe ao vivo, atualmente, esta técnica pode ser feita no consultório, com o Programa “ Realidade Virtual para tratar a Fobia Social ”, por intermédio de imagens em 3D apresentadas por computador.

A fobia social raramente melhora se não tiver um tratamento adequado.

Procure um especialista!