Tratamento para Transtornos de Ansiedade em São Paulo

Ansiedade e alcoolismo

Ansiedade e alcoolismo é um binômio presente em muitas pessoas que apresentam transtornos de ansiedade e têm abuso e/ou dependência de álcool.

O que acontece? Como a ansiedade e o alcoolismo se interrelacionam?

Muitas pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade como transtorno de pânico, fobias e transtorno de ansiedade generalizada, usam bebidas alcoólicas para diminuir a ansiedade que sentem.

Esta é uma prática comum entre os que sofrem de transtornos de ansiedade.

O álcool é usado como remédio, isto é como um calmante.

E exerce, de fato esse efeito.

ansiedade e alcoolismo

Mas é preciso lembrar que o efeito calmante, tranquilizante ou ansiolítico tem uma duração limitada.

E devo adverti-los, como já o fiz em outros artigos por mim publicados, que esse comportamento traz problemas adicionais.

Vejamos quais são.

O primeiro deles é o abuso e também a dependência que o álcool pode acarretar.

Transtornos de ansiedade são problemas de evolução crônica.

E levam as pessoas que sofrem por causa deles a fazer também um uso continuado ou crônico de bebidas alcoólicas.

E então, ao invés de elas terem só um problema de saúde, passam a ter outro adicional.

Relacionado ao uso do álcool.

Uma outra questão importante que pode surgir é o fato de que, com o tempo, o álcool perde o seu efeito ansiolítico (tranquilizante).

E passa a exercer um efeito ansiogênico, isto é, o de piorar ainda mais os sintomas de ansiedade, com agravamento do quadro clínico.

Ansiedade e alcoolismo são problemas de saúde mental. Procure ajuda especializada

O uso do álcool também é problemático quando a pessoa está se submetendo a um tratamento para um transtorno de ansiedade.

Ao ingerir o álcool, sobretudo em quantidades abusivas, o fígado vai trabalhar forte para eliminar o álcool.

E vai eliminar também os medicamentos ingeridos para o tratamento da ansiedade, anulando dessa forma o efeito da medicação.

Aconselho a quem tenha um transtorno de ansiedade a não usar bebidas alcoólicas para tratá-lo pois isso só vai piorar tudo. Procurar um psiquiatra é o mais certo a fazer.

Se você precisar de ajuda nas áreas de psiquiatria ou psicoterapia, estarei disponível para atendê-lo em meu consultório.

Caso resida em outro local, procure ajuda especializada em sua cidade ou estado.  Infelizmente não é possível fazer consultas pela internet.

tito paes de barros neto

Livros de Psicologia e Psiquiatria I

O papel dos livros de psicologia e psiquiatria.

Há 20 anos escrevi meu livro intitulado Sem medo de ter medo. Um guia prático para ajudar pessoas com pânico, fobias, obsessões, compulsões e estresse.

Livros de Psicologia e PsiquiatriaFoi muito estimulante e envolvente pois eu sabia que poderia ajudar pessoas com problemas de ansiedade através do livro.

O livro hoje encontra-se na 7ª edição, sendo um fenômeno editorial. E tem ajudado muita gente ansiosa.

Pois ensina as pessoas a lidarem com a ansiedade, enfrentando os seus temores, com o uso de técnicas de fácil aplicação.

Não se compara aos livros do Paulo Coelho, mas seus livros são de cunho mágico e místico. E isto não é ciência.

Transtorno bipolar

Há alguns anos um colega, também psiquiatra, comentou comigo que havia lido um livro muito interessante sobre o transtorno bipolar.

Livros de Psicologia e Psiquiatria

O livro era intitulado Uma Mente Inquieta, de autoria de Kay Jamison, uma psicóloga e psicofarmacologista da Universidade da Califórnia.

Este colega frisou que era uma obra que poderia ajudar muitas pessoas com transtorno bipolar, uma vez que a autora sofre de transtorno bipolar.

E escreveu um livro em que estabelecia uma relação de muita empatia com os seus leitores com transtorno bipolar.

Há muitos livros de psicologia e psiquiatria, mas são raros os que realmente atingem o seu objetivo.

Na verdade, Kay Jamison sofre de transtorno bipolar desde a sua adolescência e ao escrever este livro, deu formato de uma autobiografia a ele.

É um livro que traz compreensão aos leitores bipolares sobre a natureza do transtorno bipolar, orientações sobre o tratamento e psicoterapia.

Depressão

Livros de Psicologia e PsiquiatriaAo escrever seu livro Perto das Trevas, William Styron faz um contundente relato sobre seu sofrimento com a depressão. Por se tratar de um romancista, torna-se notável a capacidade dele de expressar com a alma o sentimento de depressão.

É sua a frase “A depressão é a morte temporária da alma.

É um livro que ajuda as pessoas a entender o que se passa com elas quando deprimidas.

Em breve voltarei com “Livros de Psicologia e Psiquiatria II.”

Se você gostou deste artigo, então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário e eu prometo que te respondo.

tito paes de barros neto

 

Psiquiatria: o que a mente pode produzir

Psiquiatria

psiquiatriaA psiquiatria é uma especialidade médica que cuida das doenças psíquicas ou mentais. Ponto.

Eu  poderia ficar por aqui. Mas não farei isto.

Pois eu penso, fora de um contexto médico, que a alma e o coração fazem parte da psiquiatria e estão presentes.

Ou ausentes, em cada sintoma dos transtornos mentais. Os artistas são experts em dar voz a estas questões.

Vejamos. Alguém com  medo de amar foi muito bem descrito nos versos da canção Velas Içadas, de Ivan Lins:

.

“Seu coração é um barco de velas içadas… Nunca soltou as amarras… Nunca ficou à deriva… Nunca sofreu um naufrágio… Nunca cruzou com piratas e aventureiros… Nunca cumpriu o destino das embarcações.”

Na arte de Ivan Lins e Vitor Martins é possível enxergar alguém com um quadro de fobia de compromisso.

 Transtornos mentais e psiquiatria

psiquiatriaObjetivamente falando, há uma série de transtornos mentais que são tratados pela psiquiatria. Não vou poder abordar todos eles.

Vamos então aos mais relevantes, seja pela sua gravidade, seja pela alta frequência com que ocorrem

  • Esquizofrenia,  a alma partida e outras psicoses: ruptura com a realidade, através de delírios e alucinações estão presentes nestes transtornos. Na esquizofrenia temos também o embotamento afetivo (dificuldade de expressar emoções e sentimentos) e alterações do pensamento que são bem características, como a pessoa acreditar que seus pensamentos podem ser lidos por outras pessoas, ou que seu pensamento se irradia, pensamento desorganizado.
  • Transtornos de humor: depressão maior, distimia, TPM e transtorno bipolar
  • Transtornos de ansiedade: transtorno do pânico, agorafobia, fobia social, fobias específicas, transtorno de ansiedade generalizada, TOC  e transtorno de estresse pós-traumático
  • Transtornos do controle dos impulsos: transtorno explosivo intermitente, jogo patológico, comer compulsivo, cleptomania, piromania (impulso de atear fogo), transtorno de escoriação (também conhecido como skin picking), tricotilomania (arrancar pelos) e o comprar compulsivo
  • Transtornos alimentares: anorexia nervosa, bulimia e evitação de comer
  • Transtornos factícios: problemas de saúde causados pela própria pessoa
  • Transtornos dismórfico  corporal ou dismorfofobia
  • Transtorno de estresse pós-traumático: um trauma incomum torna-se a causa deste transtorno – estupro, testemunhar a morte de alguém, sequestro, catástrofes naturais.
  • psiquiatriaTranstorno de tiques: síndrome de Tourette
  • Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade
  • Transtornos relacionados ao uso de álcool e drogas: uso nocivo para a saúde e dependência de álcool e de outras substâncias
  • Transtornos dissociativos: personalidade múltipla, estados de transe e possessão, amnésia dissociativa e estados crepusculares, entre outros
  • Disfunções sexuais: disfunção erétil, ejaculação precoce, transtorno do desejo hipoativo
  • Transtornos orgânicos: por exemplo, uma pessoas com um problema renal grave que apresenta elevação dos níveis de uréia no sangue pode entrar em um estado de confusão mental, conhecido como delirium

Contato

Se você gostou deste artigo, então compartilhe com seus amigos nas Redes Sociais.

Se você ficou com alguma dúvida ou simplesmente quiser contribuir para o tema, deixe um comentário logo abaixo e eu prometo que te respondo!

tito paes de barros neto